Colunista Anderson Gregório Joaquim

Exercício Físico e Saúde
Anderson Gregorio Joaquim
- Mestrando em Ciências - FMRP – USP
- Formado em Educação Física e Esportes pela EEFERP - USP
- Possui Licenciatura Plena em Educação Física pela UNAERP

 

coluna anderson 948Êêêê Capoeira! Arte nossa que nasceu nas senzalas, praticá-la já foi crime, e hoje a prática está espalhada pelo mundo inteiro. Além de contribuir com a cultura, educação e meio de vida de muitas pessoas, é exercício físico que traz benefícios.

Mestre Pastinha falava que “capoeira é tudo o que a boca come”; para mestre Ezequiel, “capoeira é dança de gladiadores e luta de bailarinos”; o mestre Bimba, “Capoeira é pé meu filho”...enfim, muitas pessoas irão se interessar mais pela luta, outros pela dança, outros pela acrobacias e habilidades musicais, não tem problema, a Capoeira ajudou e ajuda muita gente!!

Se hoje estou aqui contribuindo com vocês, um dos motivos foi minha prática de Capoeira desde a infância. Tem muita gente que contribuiu comigo, em especial agradeço muito ao meu mestre, sua família e o grupo de amigos do grupo, pelo apoio constante que todos têm me dado.

E como esta arte exige esforço físico, nosso coração, sistema nervoso e os músculos irão trabalhar, e espera-se melhora desses parâmetros e da saúde.

Moreira e colaboradores (2016) estudaram homens jovens (~25 anos) que treinaram capoeira 1x/ semana por 10 semanas. Esses jovens não tinham experiência com capoeira. As aulas foram no formato tradicional com a realização dos golpes básicos; a intensidade variou de baixa a moderada.

O objetivo era investigar os efeitos desses treinos nas variáveis cardíacas. Após as 10 semanas de treinamento, apenas o grupo que praticou a Capoeira reduziu: frequência cardíaca (FC) em ~ (-6 batimentos), pressão arterial sistólica e diastólica em ~ (-6/3 mmHg) e o trabalho cardíaco em ~ (-14%).

Além disso, os pesquisadores analisaram o exame de variabilidade da frequência cardíaca, que está associada ao controle do sistema nervoso sobre a pressão arterial e a FC, e verificaram grande aumento do tônus parassimpático (sistema que acalma o coração) ~ (+30%).

Isso indica que em repouso, os indivíduos estavam com menor estresse cardiovascular. Importante tais resultados, pois, se o sistema cardiovascular sofre menos em repouso, menor é a chance de se ter hipertensão e infarto. Sendo assim, quem desejar praticar Capoeira, eu sou suspeito para indicar, além do bem-estar geral, terá a saúde cardiovascular melhorada!

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook