Claudia De La Rua

Consultoria Beleza e Estilo

Claudia de La Rua
Jornalista (MTB 34.796), especialista em comunicação organizacional e consultoria de imagem
Quer saber mais sobre moda, estilo, beleza, saúde e afins. Acompanhe as redes sociais:
Facebook: Consultoria Beleza e Estilo (facebook.com/claudiadelarua)

Instagram: @claudiadelarua

Roupa pode e deve ser repetidaUma pesquisa que circulou pelo Instagram nesta semana mostra que a maioria das adolescentes não usaria a mesma roupa duas vezes por vergonha de repetir o look nas redes sociais. Fiquei chocada! Como disse Lilian Pacce, “um retrocesso de décadas”. Inteligente é usar a mesma roupa várias vezes, de diversas maneiras. Esse discurso de não repetir roupa é quase que imoral. Cadê a consumo consciente e a responsabilidade com a sustentabilidade?!

Lembrei também de um texto que as minhas professoras da Oficina de Estilo, curso que realizei recentemente em São Paulo, nos indicaram como leitura e que reproduzo a seguir.

Estamos vivendo num tempo em que pouco importa a tendência que a moda sugere. Conta muito mais o que a gente identifica como a “nossa cara”, o que tem a ver com a gente mesma. Menos relação com moda e mais com estilo, sabe como?

Não tem sentido, então, ter um armário abarrotado de coisas “sazonais” — vale mais investir em peças de qualidade, que durem muitas e muitas temporadas com a gente. Os clássicos de cada uma, coisas que a gente ama e usa muitas vezes, todas com o mesmo carinho.

Quando a gente vai à casa das nossas clientes de consultoria para fazer looks com as peças que elas já têm no armário, separamos as partes de baixo e coordenamos com três partes de cima (pelo menos) rendendo, então, três looks diferentes.

A gente pensa em ocasiões, formalidades e temperaturas diferentes pra cada um desses looks, com a finalidade de versatilizar ao máximo: tipo, pra uma calça dá para escolher uma parte de cima pra usar no trabalho, uma outra que renda um look de balada, uma terceira que valha um almoço no fim de semana, pensando em frio e em calor… sacou?

Vale também pensar em coordenações mais claras e mais escuras (com as mesmas peças!), acrescentar estampas e texturas como diferenciadores de look, incluir/trocar acessórios pra mexer na formalidade de visual.

A variedade na parte de cima é essencial pra fazer com que peças repetidas tenham ‘caras diferentes’, já que o que todo mundo vê mais num look é o que a gente usa perto do rosto (alô conversa olho-no-olho!).

Pensa então em camiseta, camisa, tricô, colar… e em jaqueta, casaquinho, lenço e tals (lembra que terceira peça faz toda diferença) um mesmo conjunto de peças pode render outra aparência com um complemento diferente sobre tudo!

E assim, com criatividade, inteligência e consciência, faz toda a diferença repetir looks. Use quantas vezes você quiser. E oh, fotografa e publica no Instragram com a hastag #eurepitoroupasim

*Fonte: Oficina de Estilo

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook