Fernanda Angélica de Barros

Desenvolvimento e Carreira

Fernanda Angélica de Barros
É formada em Administração pela FAFIT, pós-graduada em Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas pela PUCPR e possui MBA em Marketing e Vendas pela FMU.

 

Entre uma olhadinha na tela do celular e uma conferida rápida nas mensagens, lá se vão horas e horas nas redes sociais, às vezes em ambiente de trabalho. Atualmente até o trabalho está invadindo as nossas telinhas e nos "obrigando" a utilizar as redes para contatos e negociações. Inquestionável é a rapidez que este uso nos traz, além da comodidade de resolver os problemas com um simples "clique", mas vamos combinar que utilizar em excesso também pode ser prejudicial.

Muitas vezes é praticamente impossível não estar atento ao celular e é exatamente por isso que devemos nos concentrar nas tarefas rotineiras do trabalho, uma a uma, evitando dispersar a atenção. Ao iniciar uma tarefa, mantenha longe o celular e conclua a tarefa para depois conferir se há algo importante nas redes sociais, mesmo que seja algo relacionado ao trabalho. Faça uma coisa de cada vez, ou pelo menos tente fazer. Evite resolver questões importantes utilizando as redes sociais, como por exemplo, o whatsapp, problemas maiores devem ser tratados pessoalmente ou até mesmo com uma ligação. Em questões mais simples seja direto e objetivo, não enrole. Nos grupos de trabalho evite enviar informações não pertinentes ao momento... e até mesmo aquelas frases de "bom dia", com ursinhos e flores bonitinhas. Não é apropriado, não mesmo, muito menos quando são várias imagens, uma atrás da outra. Nas redes sociais estão todos, seus amigos e lembre-se, seu chefe, seus colegas, seus parceiros de trabalho e demais pessoas influentes em sua carreira, eles também estão logados e visualizam suas "curtidas" e "comentários" durante o horário de serviço, evite. Além disso não se exponha demais, evite fotos constrangedoras que podem lhe rotular de maneira negativa. Mantenha a postura também nas redes sociais, evite postar o que poderá se arrepender depois ou crie grupos e permissões onde sua vida pessoal seja restrita a seu círculo próximo de amizades. É permitida a exposição, mas com cautela e equilíbrio, afinal, você está sendo avaliado o tempo todo.

Se você precisa estar conectado à internet a todo o momento, tome também cuidado com os abusos e evite "incomodar" quem quer que seja em horários em que saiba que possa estar sendo inconveniente. Evite horários noturnos, finais de semana ou feriados, a não ser que tenha previamente combinado que entraria em contato, nem todos possuem a mesma rotina que você, pergunte antes o melhor horário de falar com algum cliente, fornecedor ou parceiro. E por último e não menos importante, viva sua vida e tudo que ela lhe proporciona fora das redes sociais e do mundo virtual, aos poucos estamos perdendo a prática de apertar as mãos e resolver problemas de forma pessoal, a internet e a tecnologia trouxeram muitos avanços, mas nada se compara ao bom e velho olho no olho.

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook