Fernanda Angélica de Barros

Desenvolvimento e Carreira

Fernanda Angélica de Barros
É formada em Administração pela FAFIT, pós-graduada em Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas pela PUCPR e possui MBA em Marketing e Vendas pela FMU.

 

Há diversas formas de se iniciar um negócio e uma delas, a mais barata e sem complicações, é o MEI (Microempreendedor Individual), muito procurado pelas pessoas que desejam começar com um negócio pequeno ou por aqueles que estão saindo da informalidade, o MEI é simples e descomplicado, mas, como toda empresa possui obrigações.

As principais regras para aderir ao MEI são: faturar entre zero e sessenta mil reais por ano, não possuir sócio, ter no máximo um funcionário e ter a atividade econômica permitida na lei (consultar o Portal do Empreendedor as atividades permitidas antes de realizar a abertura da empresa), todos os tipos de comércio são permitidos e há restrições para alguns tipos de prestação de serviços e indústrias. As obrigações são, em resumo: pagar mensalmente o boleto referente aos impostos e previdência, anotar mensalmente os valores de faturamento e uma vez por ano, no período de Janeiro até Maio, realizar a Declaração Anual do MEI, através da internet, comprovando o faturamento anual.

Um dos maiores benefícios do MEI é não ter a obrigação de possuir um contador, pois praticamente todos os serviços que devem ser feitos na empresa são realizados através da internet, no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Quando a empresa tem necessidade de ter um funcionário é interessante consultar um contador, pois com a contratação do funcionário aumentam as obrigações. As obrigações municipais e federais também devem ser cumpridas, portanto, caso deseje ser um MEI, deve-se procurar a Prefeitura Municipal e demais órgãos fiscalizadores para garantir a autorização para funcionamento.

Outra vantagem é o pagamento fixo de impostos: o MEI que presta serviços para somente R$5,00 de imposto (ISS), quem fabrica ou comercializa produtos paga R$1,00 de imposto (ICMS), quem tem atividades mistas paga a soma dos impostos, além disso paga-se a previdência (INSS) também através do mesmo boleto, o valor neste ano é de R$46,85 (5% do salário mínimo), se houver ajuste no salário mínimo, o ajuste também incide sobre o pagamento do INSS do MEI. Além de tudo isso é importantíssimo planejar a empresa, pensar em todas as etapas do negócio, desde a segmentação de clientes, marketing, operacional, vendas, finanças, etc e "provar" a viabilidade da empresa antes de realizar a abertura. Em caso de dúvidas você pode procurar o SEBRAE mais próximo! Eles estão prontos para ajudar e dar dicas de como melhorar o negócio.

No SEBRAE pode-se realizar a abertura do MEI, além dos outros serviços de baixa, alteração, emissão de boletos, transmissão da declaração anual do MEI e esclarecimento de dúvidas sobre o MEI.

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook