Luiz Eduardo Galvão de Morais

Pacato Cidadão

Luiz Eduardo Galvão de Morais

dugalvaomo@gmail.com

Passa ou repassa

O suspense, a preocupação e a euforia tomavam conta das turmas. A equipe vermelha já estava levando uma “lavada” para a equipe azul, na enquete de quem vai ganhar. Depois de muitas perguntas respondidas por ambas as equipes, a disputa foi para a fase final, a da torta na cara... e o apresentador dá início à competição...

- Ooi, agora chegou a hora de sujar um pouco o rostinho! Todos conhecem as regras: mãos para cima e só pode acionar a sirene depois que a pergunta for feita. Apertou a sirene, tem que responder. Se acertar, dá tortada, se errar, leva tortada! Vamos lá! Vem pra cá, Lulinha, vem pra cá Fernandinho! Primeira pergunta: qual deve ser a principal característica de um verdadeiro bom político?

a) honestidade; b) esperteza; c) ser demagogo; d) saber administrar finanças

Piii, Piii, Piii, apita a sirene da equipe vermelha....

- Letra C, companheiro! Ser demagogo!, diz Lulinha.

- A resposta está e... e... eeeee..... rrada!, Sabe a resposta, Fernandinho?

- Sei sim! Honestidade é a principal característica que o povo quer quando elege um político para determinado cargo. Letra A!

- Resposta certa! Torta nele, Fernandinho!... Lulinha, limpa a barba, limpa a barba... Oooi! Agora vamos para a segunda pergunta... Vem pra cá, Dilminha, vem pra cá Aécinho!... Quando um político é candidato à Presidente da República, qual o principal trunfo que ele deve ter?

a) um bom marqueteiro; b) um sobrenome de peso; c) partidários fanáticos; d) lábia de papagaio

Piii, Piii, Piii, Piii, Piii, Piii, apitam as sirenes das duas equipes...

- Olha só, os dois apertaram juntos, isso é inédito no nosso programa! E aí, Dilminha, qual é sua resposta? E a sua, Aécinho?

- Eu estou em dúvida entre a A e a C..., diz a distinta senhora.

- E eu entre a B e a D..., informa o gaboso senhor.

- As respostas estão e... e... eeeee... rradas! Rá! Foi pegadinha do malandro pra vocês dois! Nenhuma opção é a correta! É torta nos dois!!! Vamos chamar alguém muito especial para “tascar” essa torta... Vem cá, Sr. Povo, dá-lhes tortas! Dilminha, não chora não, isso não é golpe não, é torta! Aécinho, sem blá, blá, blá! E para finalizar, vamos para a terceira e última pergunta! Valendo o dobro de pontos, mas só com duas opções. Vem pra cá, Maranhão, vem pra cá Renan! Qual é a diferença entre um político astuto e outro oportunista?

a) um espera a hora certa para aparecer e o outro se apressa; b) um segue o rumo da maioria e o outro quer defender a minoria chorona.

Piii, Piii... toca a sirene de Renan.

- Letra B!

- A resposta está e... e... eeeee.... xata! Por que não apertou a sirene, Maranhão?

- Não sabia a resposta!

- Pois saiba que a Letra A também estava correta! Rá! Glu, glu, iê, iê! Pegadinha do malandro! Já deu para ver mesmo que você não sabe o que faz, Maranhão! É torta nele, Renan! Sr. Povo, pode dar uma tortada nele também! Ele merece! Pede desculpa, pede desculpa, Maranhão!

- Posso levar duas tortas Brasília?, questiona Renan...

- Mas pra quê, Renan?, indaga o apresentador.

- Para levar uma para o Cunha e outra para mim, ué!!! Gostamos de trocar tortadas!

- Então leva, uai... Agora, veja só, câmera, em mim, em mim! Vou dar um recado para os telespectadores: se você quer corrupção, é aqui mesmo! Canal 13! Quem procura, acha! Não saia daí! E vamos para o intervalo...


 

Luiz Eduardo Galvão de Morais Paixão
contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook