Mariana Durães

Gastronomia
Mariana Durães
Chef de cozinha, apaixonada pela Gastronomia e por seus sabores, é responsável pela coluna mais saborosa do Jornal Ita News! Acompanhe nas redes sociais e pelo site, eventos, curiosidades sobre o mundo culinário, receitas e muito mais!
www.chefmarianaduraes.com
Facebook: Chef Mariana Durães (www.facebook.com/chefmarianaduraes)
Instagram: chefmarianaduraes
Email: marianaduraes@gmail.com

Futuro da produção orgânica é visto com otimismo no Brasil

Agricultura Orgânica -  Sua importância para o mundo atualHoje em dia, ouve-se muito falar em alimentos orgânicos e sua importância para o meio ambiente e para o mundo. Mas como realmente são produzidos? Trazem benefícios à saúde?

Segundo a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a agricultura orgânica tem por finalidade produzir alimentos mais saudáveis para a saúde humana e animal, bem como preservar o meio ambiente de produtos químicos e transgênicos.

O Brasil é hoje o maior consumidor de agrotóxicos no mundo e, pela primeira vez, uma análise feita pela Anvisa, mostra que consumir alguns produtos, pode causar uma contaminação aguda. Tudo isso por que no Brasil não existe um controle na quantidade de agrotóxicos utilizada, resultando em resíduos nos alimentos acima do permitido.

Preferir alimentos orgânicos é sempre a melhor escolha! Uma pesquisa mostra que o crescimento da agricultura orgânica dobrou nos últimos anos em nosso país. As expectativas para 2017 são as mais otimistas possíveis. Uma excelente notícia!

Dentre os principais produtos produzidos de forma orgânica no Brasil, destacam-se: cana, soja, cacau, gengibre, manga, morango, pêssego, tomate e uva.

Segundo o site organicsnet, a região Sudeste ocupa a primeira posição na produção orgânica, com um total de 333 mil hectares e 2.729 registros de produtores no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (CNPO).

Ranking das regiões que mais produzem alimentos orgânicos no Brasil

  1. Sudeste: 333 mil hectares
  2. Norte: 158 mil hectares
  3. Nordeste: 118,4 mil hectares
  4. Centro-Oeste: 101,8 mil hectares
  5. Sul: 37,6 mil hectares

Cerca de 75% dos produtores cadastrados no CNPO são agricultores familiares.

“Interessante notar que o número de unidades de produção é cada vez maior e está se espalhando por quase todas as regiões do Brasil, o que indica que os agricultores familiares reconhecem na agroecologia e na produção orgânica uma maneira de comercializar alimentos, com valor agregado, e que, ao mesmo tempo, são produzidos sem o uso de insumos agroquímicos constituindo uma opção mais segura para o agricultor, para o consumidor e para o meio ambiente”, segundo Sylvia Wachsner – Coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos (CI Orgânicos) da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA).

Em Itapeva, já é possível encontrar uma grande variedade de produtos orgânicos, no Mercado do Produtor e em supermercados locais.

Uma dica deliciosa para servir alimentos orgânicos, em especial as raízes, é como chips, que podem ser assados ou fritos. Beterraba, batata doce, banana, inhame, mandioca, mandioquinha, entre outros, ficam fantásticos! Vale a pena experimentar!

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook