Mariana Durães

Gastronomia
Mariana Durães
Chef de cozinha, apaixonada pela Gastronomia e por seus sabores, é responsável pela coluna mais saborosa do Jornal Ita News! Acompanhe nas redes sociais e pelo site, eventos, curiosidades sobre o mundo culinário, receitas e muito mais!
www.chefmarianaduraes.com
Facebook: Chef Mariana Durães (www.facebook.com/chefmarianaduraes)
Instagram: chefmarianaduraes
Email: marianaduraes@gmail.com

PANCS: Plantas Alimentícias Não Convencionais dão um novo sabor à gastronomia modernaJá ouviu falar em PANCs? As plantas alimentícias não convencionais nunca foram tão comentadas no mundo gastronômico. Estas plantas, consideradas matinhos ou pragas por muito tempo, hoje enriquecem menus dos mais diversos restaurantes pelo Brasil e pelo mundo.

As PANCs não são um grupo de plantas homogêneo. Há espécies nativas, exóticas, cultivadas, espontâneas. Há folhas, frutos, vagens e grãos. São plantas que não encontramos facilmente nos mercados, mas que em determinados lugares podem ser convencionais.

Mateiros, benzedeiras, biólogos ou qualquer pessoa que tenha conhecimento popular camponês consegue saber se o matinho pode ou não ir para a comida. Me lembro de uma tia muito especial, mineira, me apresentando um refogado de ora-pro-nóbis na minha infância, muito popular naquela região.

Beldroega, peixinho, moringa, trevo, caruru são algumas das muitas variedades de PANCs existentes no nosso país. Também são considerados PANCs, algumas plantas comuns como o coração da bananeira, entre outros.

Mas por que consumir PANCs? A preocupação dos chefs em inserir as pancs vai muito além de um novo sabor no prato. É nossa obrigação como cozinheiros contribuir com a diversidade do meio ambiente e do produtor.

Valorizar o que a natureza nos oferece, respeitando sempre a sazonalidade. As pancs geram um menor impacto ao meio ambiente, tem sabores incríveis, que variam bastante o paladar, além do fator nutricional. Crescem em abundância e não são mais usadas por puro desconhecimento.

Precisamos aproveitar a biodiversidade riquíssima que o Brasil nos oferece! São tantos novos sabores que precisam ser descobertos, mas acabamos por consumir sempre as mesmas coisas. Sendo assim, a demanda se restringe a apenas dezenas de itens, que são plantados cada vez em maior quantidade, prejudicando o meio ambiente.

Enquanto isso, milhares de espécies são esquecidas e, muitas delas, extintas. Passamos a consumir só o que a grande indústria e os supermercados nos oferecem, que em geral vem de monocultura com o uso de agrotóxicos. Vamos mudar isso?

Muitas PANCs pra vc! Até semana que vem!

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook