Taciana Marques Castellar

Letras Modernas

Taciana Marques Castellar

Graduada em Letras Anglo-Portuguesa e respectivas literaturas, pela Universidade Estadual de Londrina (2010), com mobilidade acadêmica na Universidade de Liverpool, Inglaterra. Especialista Psicopedagogia Clínica e Institucional, pela Universidade Estadual de Londrina (2012). Mestre em Educação, pela Universidade Estadual de Maringá (2014). Atualmente dedica-se ao Ensino Regular na cidade de Itapeva -SP.  

Contato: E-mail: castellartaciana@gmail.com  |  Instagram: dicasdoportuga  |  Facebook: Dicas de um Portuga

Caros,

No nosso último encontro, fizemos uma reflexão sobre a competência leitora, lembram? Vimos que a união do conhecimento de mundo + saberes + habilidades leitoras resultam no repertório. Hoje iremos conhecer algumas dicas sobre a aquisição do conhecimento de mundo, vamos lá?

Dica 01 – Leitura de jornais

Os jornais informam os fatos do nosso cotidiano, trazem reflexões e oferecem variados gêneros textuais para leitura e observação. Exemplo: a notícia, reportagem, o artigo de opinião, charges, editorial, carta do leitor, carta de resposta ao leitor e crônicas.

Dica 02 – Leitura de revistas

Além das notícias, reportagens, editorial, carta do leitor e de resposta ao leitor, as revistas oferecem uma interessante especialização de assuntos/segmentos. Há revistas voltadas para a ciência, história, língua portuguesa, matemática, geografia, sociologia, filosofia, política, assuntos do cotidiano, jogos e demais vertentes temáticas.

Dica 03 – Literatura

Brasileira, estrangeira, clássica, contemporânea! Luís de Camões (Os lusíadas), José de Alencar (Iracema), Machado de Assis (Dom Casmurro), Graciliano Ramos (Vidas Secas), Erico Veríssimo (O tempo e o vento) e tantos outros autores brasileiros/portugueses contam enredos incríveis, revelam costumes da época, refletem a realidade e desvendam mistérios. Cada autor possui peculiaridades estilísticas ao escrever e é através da diversidade de palavras que nós, leitores, nos sentimentos envolvidos e encantados com a leitura. Cada leitura e (re)leitura é uma experiência nova, não é?

Dica 04 – Redes Sociais

Novos sujeitos divulgam notícias, opiniões, manifestos, crenças, narrativas, fotografias que revelam e/ou despertam sensações e emoções. Os sujeitos estão cumprindo papeis de autores e são as pessoas do nosso convívio social, lembrando que você também faz parte desse novo movimento de expressão do pensamento! É interessante acompanhar os fatos da vida cotidiana sendo divulgados na velocidade da luz, mas é importante não depender única e exclusivamente das redes sociais como fonte de pesquisa e enriquecimento do conhecimento de mundo porque as informações podem revelar falhas na veracidade, além de estarem (em alguns casos) no campo do senso comum.

 

 

Dica 05 – Artes

As artes retratam a vida do ser humano nas pinturas, nos traços, nas imagens, no vazio, no completo, nas esculturas, no grafite, nas intervenções…e em tantas outras possibilidades! Vivenciar a arte é estar conectado com a essência da nossa alma humana, do individual ao coletivo. A arte é um convite à transcendência do pensamento humano, as sensações, emoções, representações e crenças do mundo em que vivemos. A arte é uma forma de manifesto das inquietações mundanas. A arte é subjetiva e objetiva. A arte pode provocar e pede para ser provocada. A arte não é exclusiva do artista, de quem a produz. A arte é colaborativa, democrática e ganha significados com as suas leituras e interpretações.

Dicas 06 – Música

Canção, cantiga, letra, música! São muitos os gêneros musicais, estilos, mensagens e discursos. Cada grupo musical apresenta nuances de seus sentimentos, suas crenças e representações. A musicalidade, o ritmo, a melodia chama a atenção e leva os ouvintes aos passeios mais profundos do seu mundo, do seu univuniverso subjetivo, sentimental.

Dica 07 – Teatro

O teatro é vivo, provocativo! Os seus personagens nos levam aos caminhos envolventes e sinuosos das tramas, do enredo. Cada peça teatral oferece infinitas possibilidades de interpretação e vivências artísticas. O teatro revela ao vivo e em cores humanas a trajetória da construção e (re)construção da vida individual e coletiva: o eu, os outros, o mundo e nós.

Dica 08 – Cinema

Curta, média e longa metragem. Das grandes produções fílmicas as mais modestas. Das produções contemporâneas as antigas. A vida em ficção brilha na tela das televisões, nos notebooks, celulares, de Hollywood a Julie Taymor. Os diferentes gêneros encantam públicos e lançam recordes de bilheterias. 

Dica 09 – Televisão

Dinâmica! A cartela de programas e televisões convida a uma experiência de seleção do que é interessante e descarte daquilo que não é útil. Cada programa e canal representa públicos diferentes, há canais rurais, culturais, políticos, religiosos, de notícias, entretenimento jovem, adultos e da melhor idade.

Dica 10 – Contatos Interculturais

Dialogar com os estrangeiros é muito enriquecedor porque aprendemos com os outros aquilo que é diferente e semelhante de nós. Os “gringos” trazem grandes contribuições de um olhar “de fora” do caos social, político, econômico, educacional em nosso país. Reflexões são geradas sobre o nosso papel como cidadão e ser humano. Além disso, as trocas interculturais produzem conhecimentos linguísticos em línguas estrangeiras, ensinando e/ou aprimorando o seu repertório linguístico.

Caros, concluímos o nosso encontro com a leitura das 10 dicas para enriquecer o seu conhecimento de mundo. Espero que tenham gostado! Por favor envie sugestões, opiniões, impressões, contribuições para os nossos encontros!

Observação 01..: a leitura de livros técnicos em determinadas áreas do conhecimento também é bastante válida e interessante. Por exemplo: Émile Durkheim, Max Weber, Zygmunt Bauman, Theodor W. Adorno e tantos outros grandes pensadores.

Observação 02..: interagir com pessoas de diferentes profissões, condições sociais e intelectuais também é uma experiência válida e interessante! Muitas trocas de vivências e conhecimento de mundo são possibilitadas nas interações entre pessoas tão diferentes!

Até mais!

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook