Carona

O vereador Jé (PMDB) apresentou requerimento ao governo do Estado solicitando a liberação de verba para construção de um novo terminal rodoviário no município. Nada de novo, até porque o assunto foi pauta de uma reunião realizada no mês de maio em Itapeva entre o prefeito Luiz Cavani (PSDB) e o chefe de gabinete do governador, deputado Samuel Moreira (PSDB). Mais uma vez o vereador sai na frente, inclusive dos nobres representantes do PSDB.

Carona II

Já Edvaldo Negão (PSD) recebeu um puxão de orelha de um morador da Amarela Velha nas redes sociais. Ao agradecer a Polícia Militar por ter recuperado dois veículos roubados de uma fazenda, o internauta Wesley Santana publicou que eles foram achados por moradores antes da chegada da polícia e cobrou empenho do vereador com a segurança. “Puxar o saco não adianta nada. Tem que pedir polícia aqui. Esses carros foram achados por moradores. Esse Negão só fala abobrinha. Esse é o tal de ganhar fama sem fazer nada”. Como contestar o munícipe? “A Cesar o que é de Cesar”.

AVACCI

Dr. Pedro Correa (PSD) encaminhou ofício ao deputado Antônio Goulart (PSD) solicitando que ele viabilize uma emenda parlamentar em benefício da Associação dos Voluntários de Apoio e Combate ao Câncer de Itapeva. Trata-se de uma iniciativa que precisa ser elogiada, pois a entidade presta um brilhante trabalho de assistência a mais de 120 famílias com doações diversas e apoio aos pacientes e familiares. Esse trabalho nos dias de hoje eu vejo como um dos mais importantes em função do que essa doença trás para uma família. Nota 10.

Bola fora

Por diversas vezes parabenizamos a iniciativa da vereadora Débora Marcondes (PSDB) pelo esforço em tentar fazer da Câmara Municipal um espaço mais transparente onde as discussões, debates e divulgação de projetos importantes possam ser acompanhadas de perto pela população. Porém, nesta semana ela deu um passo atrás ao propor que a Imprensa Oficial do município fique restrita apenas em versão eletrônica. O trabalho não é realizado por nossa empresa, mas vejo que deve ser mantido como está e também ser disponibilizado na rede social.

Offline

Diante das novas tecnologias e também da crise econômica que o país vem vivenciando, refletindo diretamente na economia dos municípios, instituir o Diário Oficial apenas em forma online gerará além da economia financeira, a preservação ecológica, porque reduzirá o consumo de papel”. Esta é uma proposta que pegou mal para a vereadora Débora que vem sendo elogiada justamente por defender maior transparência na publicidade dos atos oficiais do Executivo e do Legislativo. A maioria da população não saberá como acessar e o que já é limitado ao conhecimento público ficará ainda pior.

Agricultura

A criação de um entreposto da agricultura no galpão onde por muito tempo funcionou a Ceagesp em Itapeva faz parte do plano de ações da Prefeitura para ser iniciada neste ano. A informação é do vereador Pedro Correa, autor de um requerimento encaminhado ao Executivo solicitando informações sobre o assunto. A medida virá em boa hora, pois atenderá a uma reivindicação antiga dos agricultores familiares do município.

Telefone mudo

Na tentativa de aproximar cada vez mais dos vereadores, o prefeito Luiz Cavani, na medida do possível, tem respondido pessoalmente uma boa parte dos requerimentos e solicitações que chegam do Legislativo. O gesto mereceu elogios, apesar de alguns vereadores continuarem dizendo que a comunicação ainda é um problema a ser resolvido. O mesmo se aplica a alguns secretários que parecem ter “o rei na barriga”. Principalmente o campeão regional de peteca.

Omissão

Passada a fase de empurra-empurra sobre os erros cometidos durante a construção das 1.043 casas do Morada do Bosque, ficou claro que o problema não é recente e todos foram unânimes em dizer que a responsabilidade é única e exclusivamente da empresa que executa a obra. Nós afirmamos isso desde o início do processo aos moradores. O que faltou foi fiscalização do executivo e legislativo do mandato anterior. A omissão é o maior crime cometido contra essa gente que sonha com a casa própria.

Omissão II

“Na reunião ficou bem claro: a Realiza mandou para a Sabesp um projeto inicial, que até então tinha um parecer favorável, mas sabia-se que ela teria de obter as licenças da DAEE e do DER. Ocorre que cerca de cem por cento da obra foi concluída sem essa licença pelo fato de que um tubo de esgoto está passando dentro de um córrego”. As palavras do vereador Alexander Franson (PMDB) reforçam o que todos já sabiam: a empresa errou continuar a obra sem as respectivas licenças e os vereadores do mandato passado, como o governo anterior, erraram ao não acompanhar os trabalhos. E aí deu no que deu... a empresa que resolva rapidamente. Quis fazer do jeito mais fácil e esbarrou na legitimidade da SABESP.

Omissão III

E continua o vereador: “A Realiza vai ter que retirar esse cano colocado na ponte para unificar a rede de esgoto da Sabesp. A empresa de saneamento deixou bem claro que fará ligação da rede desde que troquem a tubulação. Serão cerca de 290 metros que terão que ser trocados, não há alternativa”. A verdade é que o planejamento de trabalho da Sabesp para este ano previa obras de expansão e reparos apenas para o Bairro de Cima e Jardim Grajaú. Com a situação envolvendo o Minha Casa Minha Vida, moradores desses bairros agora terão de aguardar mais tempo pelo serviço. O que o vereador deixou de lembrar é que o fato do cano passar no meio da ponte da Vila São Miguem poderá provocar entupimentos e consequentemente enchentes bem um local que já sofreu muito com o problema.

Omissão IV

“Nós fomos citados pela imprensa local porque a Câmara não fiscalizou a Realiza. Em primeiro lugar, nenhum vereador desta Casa é engenheiro e nem tem convênio com a Sabesp para fiscalizar estação elevatória, dimensionamento de rede de esgoto (...) Para começo de conversa nem entrar para fiscalizar a construção o vereador podia. A Câmara Municipal não tem nada a ver com o que está acontecendo entre a Realiza e a Sabesp”. Ora vereador Margarido, com tanta experiência na Câmara o senhor poderia ter feito mais pelos moradores. O pior é saber que tem vereador que foi reeleito e que somente agora se interessou em conhecer as casas. Uma brincadeira de mau gosto a fala do vereador. O representante do povo deve estar atento a tudo e o que não conhece procurar conhecer e não ficar apenas esperando o salário no final do mês.

Preço alto

Após a reunião realizada no Paço Municipal, que contou com as presenças de representantes da Realiza e da Sabesp, o prefeito acompanhou uma comissão de vereadores que foi até o Residencial Morada do Bosque, onde puderam constatar que o tubo por onde passará a rede de esgoto é totalmente inviável. A verdade é a seguinte: a empresa sabia que poderia dar nisso e resolveu pagar o preço. Foi o que aconteceu.

Infiltrados

Alguns contemplados nos procuraram para que apurássemos a informação de que há vereadores tentando infiltrar pessoas sem qualquer vínculo com o Morada do Bosque para falar em nome dos futuros moradores. Já estamos apurando a informação e caso isso seja verdade, vamos voltar a falar a respeito. Na hora de enfrentar o problema a maioria se esconde e diz não ser engenheiro como frisou Margarido. Quando acontecer a entrega dos imóveis todos estarão por lá para dizer o quanto ajudaram.

Ótima notícia

Município e Santa Casa chegaram ao acordo sobre a retomada das cirurgias eletivas em Itapeva. Uma ótima notícia já que a partir de agora os procedimentos cirúrgicos voltarão a ser realizados conforme agendamento. A demanda é grande e a fila de espera também. Nosso desejo para que esse compromisso assumido não volte a ser rompido novamente por falta de recursos. Brilhante.

Velocidade

Quem pensou que Itapeva andaria a 300 km por hora para recuperar o tempo perdido está assistindo uma corrida de fusca 66. O motivo é que além da falta de dinheiro nos cofres públicos alguns secretários só sabem administrar com dinheiro. Isso até meus netos fazem.

Baderna

A organização encontrada pela Prefeitura de Itapeva é abaixo de zero então para colocar o lado administrativo em ordem leva algum tempo. Mas, já é hora de mostrar reação.

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook