Jogou contra quem?

Uma enquete turística foi lançada recentemente da página do Facebook do governo de São Paulo, questionando o melhor destino para o fim de semana. As cidades que disputaram foram Itapeva e Itararé e quem venceu foi Itararé que mostrou a sua força turística também nas redes sociais. Para o coordenador de cultura do município vencedor isso é uma vitrine enorme para a cidade, pois atrai mais turistas para Itararé e região. A fase de Itapeva está tão ruim que até no face não vence uma.

Jogos Regionais

Parabéns aos atletas que se esforçaram para representar Itapeva nos Jogos Regionais. Apesar das dificuldades, os atletas conseguiram trazer 5 medalhas para o município. Parabéns aos que ainda "lutam" pelo esporte Itapevense.

Desolador

Se compararmos os números de Itapeva nos Jogos Regionais de 2016 e 2017 veremos o retrocesso no esporte itapevense assustador. Ano passado 27 modalidades esportivas de Itapeva estiveram presentes nos jogos, esse ano apenas 12. Ano passado foram 23 medalhas conquistadas, esse ano 05. E não, a quantidade a menos de modalidades nada tem a ver com o número de medalhas, pois ano passado duas modalidades foram responsáveis por 14 medalhas e esse ano apenas 02 foram conquistadas. Será que no passado contrataram representantes? Ficou a medalha e nada mais?

Agenda cheia
Em sua passagem por Itapeva, o deputado Antônio Goulart (PSD) esbanjou simpatia ao se encontrar com a população em diversas ocasiões. Na sexta-feira (14), depois de se reunir com aliados e simpatizantes, ele foi até o Bairro Amarela Velha conhecer de perto as necessidades dos moradores que reclamam das péssimas condições das estradas rurais. Já passou da hora de vermos velhas raposas da política pagarem assessores que ficam por aqui só mamando durante quatro anos para garimparem votos para o seu deputado como acontece com Milton Monti que faz anos que não vem a Itapeva, mas sua trupe deita e rola no dinheiro público.

Duplicação
Na semana passada, o prefeito Luiz Cavani (PSDB) esteve em Tatuí participando de uma audiência com representantes da CCR SP Vias para pedir ajustes no projeto de duplicação de mais 5 quilômetros da SP-258 em Itapeva. Como se sabe, o modelo aprovado pela Artesp conseguiu a proeza de desagradar a todos e agora é hora de correr contra o tempo e chorar o leite derramado. O que vier de mudança é lucro. Tenho a certeza de que o prefeito fará o melhor para nossa cidade, mas o trabalho deste colunista em prol da duplicação e contra esta sacanagem que foi arquitetada na obra que será realizada no perímetro urbano não pode ser esquecida. Na hora H irão aparecer deputados e vereadores se dizendo os pais da criança.

Mudança Já

A reunião foi acompanhada por uma grande comitiva de autoridades itapevenses e por representantes dos bairros Parque Planalto e Pilão D’água, a Major Adriana Duch e o médico Rodnei Abud, respectivamente. Aqui cabe aplaudir e ressaltar que a proposta de se reunir com a CCR foi uma iniciativa dos próprios moradores.

Pedido
O presidente da Câmara, Oziel Pires (PTB) e o vereador Alexsander Franson (PMDB) também participaram da reunião em Tatuí. Presidente da Comissão Municipal de Obras,
Serviços Públicos e Atividades Privadas, Franson solicitou estudos para melhorar o acesso ao trevo localizado antes da chegada ao posto da Polícia Rodoviária, que liga a SP-258 aos bairros Parque Planalto, Jaó e o CDHU. “Esse cruzamento é tema de diversas reclamações, bem como a necessidade de intensificar a iluminação do trevo da Fait o mais rápido possível”, disse Franson. Esse trevo deveria se chamar “O Trevo da Vergonha”. Quem será beneficiado com essa porcaria que querem nos empurrar goela abaixo?

Erramos
A coluna errou ao afirmar que o projeto de resolução nº 7/2017, de autoria da vereadora Débora Marcondes (PSDB) propondo alteração do regimento interno do Legislativo, foi aprovado. Na verdade, a iniciativa foi rejeitada pelos vereadores pelo placar de 12 votos a 1. De qualquer forma esse era o resultado que não queríamos, mas infelizmente a Casa foi contra. O importante é que todos tenham espaço para mostrar seus ideais sem represálias nos bastidores ou ameaças de quem tem medo de dar a cara a bater.

Isolamento
Há outra coisa importante que também merece reflexão: a derrota do projeto da vereadora Débora impôs a ela um isolamento poucas vezes visto na Câmara. Nos bastidores, os colegas já articulam entre si para barrar outros projetos de iniciativa da jovem parlamentar sabendo que ela supostamente teria incentivado a ida de populares até a Câmara para constranger os vereadores e exigir a aprovação do tal projeto de resolução. Se isso ocorrer estaremos nos manifestando de forma semelhante. Não se pode calar ou tentar calar a voz de um representante eleito pelo povo.

Falta muito...
Não sei se o nobre leitor concorda, mas sinto falta dos embates que eram travados em outras Legislaturas quando determinado vereador se exaltava e ao final pedia respeito em tom nada moderado. Esse tempo, infelizmente, não existe mais. Não é à toa que o colunista SPC se diz cansado da falta de assunto em relação à política local. Muitos precisam entender que a história não perdoa quem se acovarda e esconde atrás de sua própria sombra. Essa é a diferença entre protagonistas e coadjuvantes. Hoje temos na Casa de Leis vereadores que nunca fizeram um projeto, então estes que se calem e deem lugar aos que chegaram agora cheios de vontade. Abaixo a repressão de bastidores na Casa de Leis.

Que tal?
Agora fica a pergunta para que o leitor responda: e se fosse contratada uma pesquisa para medir o ânimo da população com os vereadores que nos representam, qual seria o resultado? A julgar pelos comentários que lemos diariamente na internet é possível prever que o resultado estaria longe de mostrar contentamento, muito pelo contrário. Chega a ser impressionante o número de pessoas que não se vê representada pela atual conjuntura política local.

E o tal?

Quem calou Alexsander Franson?

Dia do agricultor

Nesta sexta-feira (28), a partir das 9h, a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento e o Sindicato Rural de Itapeva promovem a primeira edição do Dia do Agricultor com diversas atividades que serão realizadas no Parque Pilão D'água. Esta é mais uma ótima iniciativa da secretária Marimar que dará oportunidade aos participantes de interagirem, ampliando o conhecimento sobre novas tendências do mercado. Esta realmente é o diferencial em um secretariado onde se proliferam políticos profissionais. Entra e sai governo eles continuam no poder e sem nada acrescentar a nossa cidade. Até quando?

Transparência

Quero parabenizar o presidente da ONG “Juntos Por Itapeva”, Pedro Curt Kaesemodel, pelo lançamento do Observatório Social. Infelizmente não pude estar presente por compromissos assumidos com a família, mas fiquei na torcida para que o evento fosse um sucesso. Agora é arregaçar as mangas e trabalhar por uma cidade mais transparente em relação aos gastos públicos. Terá total aval deste colunista enquanto os ideais do povo estiverem sendo visados.

 

Capa da última edição

capa IN

Curta-nos no Facebook